quarta-feira, 15 de junho de 2011

A Fogueira do Nosso Amor

No inverno dos sonhos perdidos
Acende-se a pira ardente
Essa fogueira que não queima
Fogueira do nosso amor
°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°
°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°
Fiz só para você

10 comentários:

carioca da gema disse...

E como arde essa queimadura.
Teu Waldo

Vanuza Pantaleão disse...

Que bela fogueira onde queima-se essa paixão!Bjsss

Célia disse...

Obrigada por sua visita ao meu blog! Visitei o seu também. Temos afinidades. Poesias e Poemas! Maravilha! Abraço, Célia
http://celiarangel.blogspot.com

Ives disse...

Não há chama mais ardente, abraços

Daniel Costa disse...

A fogueira é um belo pensamesamento poético, "e fogo que arde sem se ver".
O conteúdo do blog acabou, está a editar. Foi substituido por: POEMAs LUSOFONIA PORTUGAL - BRASIL, com os mesmos autores.
Obrigado pela passagem.
Abraços

ONG ALERTA disse...

A magia do amor, beijo Lisette.

Evanir disse...

Conheci você no blog do meu querido amigo Daniel.
Um cantinho magico esuberante onde o amor e a paixão toma conta do seu lindo espaço.
Já estou seguindo seu blog venha conhecer o meu.
Um lindo final de semana,Evanir.

Bete M. Silva disse...

Bonito seu blog.

Bjs

Célia disse...

Indico-lhe o blog abaixo:

http://laurodaros.blogspot.com

Esse é um blog que também vale ser visitado, comentado e seguido! Um excelente escritor!

Abrs. Célia.

Célia disse...

Convite:
ENTREVISTA!
http://conversadeblogueiro.blogspot.com
Acesse o blog acima e opine! Ficarei imensamente grata!
Abraço, Célia.
http://celiarangel.blogspot.com