quinta-feira, 13 de maio de 2010

NÃO PISE NA GRAMA

Não pise na grama do meu jardim, esparrame-se sobre ela e beija-me como nunca fui beijada, amar é só o que eu quero é é muito para mim.

5 comentários:

VANUZA PANTALEÃO disse...

Represento minha mãe e ela ficará agradecida com o seu comentário.
Guilherme

Jorgão carioca disse...

Deitar e rolar nessa grama

com vc;))

O Profeta disse...

Hoje ofereci as cores da minha paleta
A uma amiga na sua dor
Ouvi seu choro ao meu ouvido
No fatalismo do desamor

Hoje o sono acordou-me
A nostalgia agitou suas asas cinzentas
Esqueci no acordar o ultimo abraço
E contei as nuvens que eram tantas


Doce beijo

TROVADOR APAIXONADO disse...

Beijos, amiga!

Vanuza Pantaleão disse...

Pode deixar, eu nunca piso!
Bom fds amiga!!!