quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Primavera e amor

Não pretendo
Colher as flores
Desse amor
No máximo
Botões murchos
Carícias raras

7 comentários:

Quase Trinta disse...

iiiiii estou assim colhendo botões murchos

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Novos botões virão!Bjs

O Trovador disse...

Cada um com a sua Primavera...

Dois Rios disse...

botões murchos? ah, então o inverno desse amor ainda não passou.

beijo,
inês

Maroca disse...

há amores que não florescem... mas deixam marcas eternas.

AugustoMaio disse...

Sempre palavras tão belas. Dá gosto visitar.

AugustoMaio disse...

Cheio de dizeres bonitos está este blog. Este é um entre muitos outros. Dá gosto ler.